Federação italiana aprova entrada do novo Parma na 4ª divisão

Após falência, Parma Calcio 1913 recomeçará entre times amadores

Estadão Conteúdo

27 de julho de 2015 | 17h53

A Federação Italiana de Futebol concedeu nesta segunda-feira a permissão ao Parma para disputar a quarta divisão do futebol nacional, de nível amador, após a falência decretada em março deste ano. Para voltar a jogar, o clube terá que mudar de nome. Passará a ser chamado de Parma Calcio 1913, em referência à data de fundação do time.

A mudança é uma exigência para o clube seguir funcionando. O ex-Parma Football Club foi extinto em razão das milionárias dívidas, que levaram o tradicional clube italiano à falência.

"A presidência decidiu admitir a entrada na Série D na temporada 2015/2016 do Parma Calcio 1913, a associação esportiva creditada pelo Prefeitura de Parma, depois da revogação da afiliação do Parma FC", afirmou a federação italiana, em nota.

 

 

Em março, o Parma declarou falência depois que as dívidas chegaram a mais de 200 milhões de euros. O clube foi vendido duas vezes na última temporada e precisou de ajuda financeira da liga italiana e da federação de futebol do país para ter condições de terminar sua campanha no campeonato nacional.

Duas partidas do Parma na competição chegaram a ser adiadas depois que o clube declarou não ter condições de lidar com as despesas básicas para realizá-las. No total, o time perdeu nove pontos na tabela por conta dos problemas financeiros e acabou na última posição. Rebaixado, a esperança era reunir dinheiro suficiente para se registrar na segunda divisão, o que não aconteceu.

Como não obteve financiamento e nem teve confirmadas as propostas de compra, o clube acabou confirmando a falência, o que exigiu a mudança no nome e a disputa na quarta divisão.


Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.