Federação chilena convoca nova eleição para janeiro

A Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP), que comanda o futebol chileno, marcou nesta sexta-feira a data da nova eleição presidencial: dia 7 de janeiro. O pleito realizado em 4 de novembro acabou sendo anulado porque o vencedor, Jorge Segovia, foi considerado inelegível.

AE, Agência Estado

10 de dezembro de 2010 | 17h17

A vitória de Segovia foi anulada na última quarta-feira, por decisão do Tribunal de Honra do Futebol Chileno, que ratificou decisão da diretoria da ANFP. Pelo estatuto da entidade, ele não pode assumir o cargo de presidente por ser proprietário de dois clubes, Unión Española e Universidad SEK.

A crise política na federação chilena provocou um impasse na seleção do Chile. Com a eleição de Jorge Segovia, o técnico argentino Marcelo Bielsa deixou o cargo - alegou incompatibilidade com o novo presidente. Agora, com outro dirigente, ele pode até mesmo voltar ao posto que ocupava.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.