Nilton Fukuda / Estadão
Nilton Fukuda / Estadão

Federação cogita reduzir sedes para retomar o Campeonato Gaúcho

Definição deve sair em breve, mas ainda depende da liberação do governo do Estado do Rio Grande do Sul

Redação, Estadao Conteudo

07 de maio de 2020 | 17h23

A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) continua buscando alternativas para conduzir o retorno do Campeonato Gaúcho. Em reunião com os clubes na quarta-feira, uma das ideias propostas foi reduzir o número de cidades e concentrar as equipes em um menor número de sedes. "Sede única é praticamente inviável. Não só pela questão da logística, mas também pelo aspecto financeiro. Mas não descartamos a possibilidade de encontrarmos uma forma de fazer a competição em três ou quatro sedes", explicou Luciano Hocsman, presidente da FGF.

A definição de sedes depende também de aprovação dos times participantes. Segundo Hocsman, os representantes das equipes se mostraram favoráveis a essa alternativa em um primeiro momento. "Pedimos para os clubes começarem a considerar essa possibilidade. Num primeiro momento, foi um conceito bem aceito, até porque eles têm intenção de completar a disputa", disse.

As definições devem sair em breve, mas o Campeonato Gaúcho ainda aguarda liberação do governo do Estado do Rio Grande do Sul e não deve ser retomado antes de junho. Os grandes clubes da capital, Grêmio e Internacional, voltaram aos treinos nesta semana. O CT do Grêmio, por exemplo, foi higienizado antes de os atletas voltarem. Os clubes com menos poder financeiro, encontram mais dificudades nesse momento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.