Federação colombiana garante torneio

O presidente da Federação Colombiana de Futebol, Alvaro Fina, garantiu que o seqüestro de seu vice, Hernán Mejía Campuzano, não irá impedir a realização da Copa América na Colômbia, a partir do dia 11 de julho. ?Tenho certeza de que Hernán estará com a gente em breve e que essa situação não põe em perigo a realização da Copa?, afirmou o dirigente.Hernán Mejía Campuzano, de 66 anos, é um dos membros do comitê organizador da Copa América e foi seqüestrado na segunda-feira, por guerrilheiros rebeldes das Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). O presidente da Federação acredita que o seqüestro de seu vice não passou de um ?lamentável equívoco?.

Agencia Estado,

26 de junho de 2001 | 16h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.