Montagem fotos Gabriela Bilo/Estadão
Montagem fotos Gabriela Bilo/Estadão

Federação confirma que primeiro jogo da final do Paulistão será em Campinas

Ponte Preta e Corinthians se enfrentam no Moisés Lucarelli

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

24 de abril de 2017 | 13h18

A Federação Paulista de Futebol confirmou nesta segunda-feira que o primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista entre Ponte Preta e Corinthians será realizado no próximo domingo, às 16 horas, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. A partida decisiva vai ser no dia 7 de maio, também às 16 horas, no Itaquerão, a arena do Corinthians.

As datas, locais e horários foram decididos em conselho técnico realizado na sede da Federação Paulista de Futebol, nesta segunda-feira, com a participação dos representantes dos dois clubes. De acordo com sorteio realizado após o evento, a primeira partida terá a arbitragem de Raphael Claus.

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, mostrou irritação ao ser questionado sobre a realização de dois jogos no Morumbi. "Não tem sentido falar em Morumbi. Eu tenho estádio. Tinha sentido perguntar isso quando nós não tínhamos estádio. O Morumbi é o estádio do São Paulo", reclamou o dirigente corintiano. "Se alguém propusesse os dois jogos em São Paulo, eu seria contra", completou.

Para a Ponte Preta, o primeiro jogo em Campinas será a grande aposta para a conquista do título inédito. "Vamos jogar uma final no Majestoso, um campo que tem um carisma muito grande, construído pelos torcedores. Não poderíamos deixar de presenteá-los. A Ponte vai entrar forte para conquistar uma vitória e, quem sabe, o título. O Majestoso pode ser o início dessa caminhada", afirmou Vanderlei Pereira, presidente do clube.

A final reedita o confronto de 1977, quando o Corinthians foi campeão encerrando um jejum de 23 anos. "É uma decisão histórica. Eu tinha 17 anos, nunca tinha visto o Corinthians ser campeão. Como o Corinthians ganhou e foi o primeiro título. Foi motivo de bastante de alegria", disse Roberto de Andrade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.