Lucas Uebel|Divulgação
Lucas Uebel|Divulgação

Federação Gaúcha rejeita pedido do Grêmio e acirra relação

Entidade mantém trio de arbitragem para clássico com o Inter

Estadão Conteúdo

03 de março de 2016 | 18h23

O pedido do Grêmio para que o árbitro do clássico de domingo com o Internacional fosse de fora do Rio Grande do Sul irritou a Federação Gaúcha de Futebol (FGF). Em comunicado em seu site oficial, a entidade rebateu a requisição gremista e acirrou a já desgastada relação com o clube tricolor.

O clássico de domingo, na Arena do Grêmio, será válido pela oitava rodada do Campeonato Gaúcho, mas também contará como confronto da terceira rodada da Copa Sul-Minas-Rio, uma vez que os rivais estão no mesmo grupo da competição. Tudo para minimizar o desgaste com o já atribulado calendário brasileiro.

Mas o pedido não foi bem recebido pela FGF, que lembrou que a data é destinada pela CBF aos campeonatos estaduais. "A partida será realizada em data destinada ao Campeonato Estadual e que, por uma decisão unilateral da direção da Liga Sul Minas, o jogo servirá também para fins de classificação da Copa Sul-Minas-Rio. Portanto, a prioridade hierárquica das competições é o Gauchão", argumentou.

A entidade ainda criticou a falta de confiança do Grêmio em relação aos árbitros do estado. "Também é importante frisar que o quadro da arbitragem gaúcha possui renomado e importante destaque com seus profissionais considerados, ano após ano, os melhores do Brasil", afirmou. "Temos que valorizar o que é nosso."

O desentendimento entre Grêmio e FGF já durava desde o início do ano. A federação não ficou nada satisfeita com o envolvimento do clube na criação da Copa Sul-Minas-Rio, por entender que a competição pode enfraquecer o Campeonato Gaúcho. Até por isso, decidiu rejeitar o pedido do time tricolor.

"Assim, para esta partida vamos manter os critérios até então utilizados para as escalas das arbitragens, utilizando os profissionais do quadro da CEAF (Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol) do Rio Grande do Sul", garantiu a FGF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.