Federação do Panamá multa jogadores por bebedeiras

Time masculino pagará multa de R$ 541 cada um; já time feminino pré-olímpico está desmanchado

12 de outubro de 2007 | 12h20

A Federação de Futebol do Panamá anunciou nesta sexta-feira uma punição pouco comum neste universo: aplicou uma multa de US$ 300 (cerca de 541 reais) a cada um dos 21 jogadores e encerrou as atividades da seleção feminina pré-olímpica por terem cometido faltas graves relatadas pelos técnicos de cada seleção, respectivamente o brasileiro Alexandre Guimarães e o panamenho Gaspar Pérez.Na seleção masculina, o problema é pelo fato de os jogadores beberem licor até altas horas da noite do dia seguinte do encerramento da Copa Ouro, torneio promovido pela Concacaf (Confederação Centro-Americana de Futebol). Já a crise da seleção feminina se refere à indisciplina geral durante o Pan do Rio, com consumo constante de cervejas na Vila Pan-Americana.Além disso, houve a fuga das jogadoras Lineth Benis e Farisa Córdoba, que ficaram no Brasil, sem autorização, por mais uns dias depois da volta da delegação ao país. Pela desistência de disputar o torneio pré-olímpico para a China, a federação terá de pagar US$ 5 mil (9 mil reais) de multa à Fifa.

Tudo o que sabemos sobre:
festamulta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.