Federação espanhola descarta participação do país na Copa América

RFEF diz que não estará no torneio sulamericano e agradeceu o convite dos organizadores

EFE

13 de abril de 2011 | 11h02

MADRI - A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) descartou nesta quarta-feira que a seleção do país participe da próxima edição da Copa América, que será disputada de 1º a 24 de julho, e agradeceu o convite dos organizadores.

 

O porta-voz da direção, Jorge Carretero, confirmou a decisão desta quarta na Cidade do Futebol de Las Rozas, diante das dificuldades que teria gerado o concurso da Espanha no torneio, que coincide com parte do período de férias dos jogadores.

 

Após a finalização da liga espanhola em 22 de maio, a equipe de Vicente del Bosque tem reservados alguns dias para comparecer à seleção entre os dias 3 a 7 de junho.

 

A RFEF já tem acordo com a federação americana para que Espanha e os Estados Unidos disputem um amistoso em 4 de junho em Boston, cidade onde a equipe espanhola não joga desde 9 de julho de 1994, quando a Itália a eliminou nas quartas-de-final da Copa do Mundo por 2 a 1.

 

O presidente da RFEF, Ángel María Villar, revelou há alguns dias que havia recebido um convite de seu colega na Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), o paraguaio Nicolás Leoz, para que a Espanha substituísse o Japão na Copa América, que foi a seleção convidada inicialmente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.