Federação Paulista de Futebol aguarda laudo e adia definição sobre o Água Santa

A Federação Paulista de Futebol (FPF) contratou a empresa Arena para fazer um laudo sobre o estádio de Inamar, em Diadema. Baseado no estudo de engenharia e arquitetura que será apresentado pela empresa é que a entidade vai decidir sobre a participação do Água Santa na Série A1 do Campeonato Paulista. Como o laudo deve ficar pronto apenas na próxima semana, a federação adiou desta quarta-feira para o dia 19 o anúncio sobre a definição do acesso do clube.

RAPHAEL RAMOS, Estadão Conteúdo

10 Novembro 2015 | 20h16

No último sábado, uma laje do estádio caiu. Três pessoas ficaram feridas. O local do acidente tem capacidade para receber pouco de mil torcedores. As obras estavam sendo feitas para aumentar a capacidade do estádio de Inamar de três mil lugares para 10 mil. Apesar de ter garantido o acesso à elite do Paulistão, o clube precisava atestar que possuía um estádio acima de 10 mil lugares para receber seus jogos.

Fundado em 1981, o Água Santa se profissionalizou apenas em 2011 e, de lá para cá, conseguiu uma sequência de acessos no futebol paulista. Logo em seu primeiro ano, foi vice da Série B1. No ano seguinte, foi terceiro na A3 e, em 2014, foi o quarto colocado na A2.

Mais conteúdo sobre:
futebol Paulistão Água Santa

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.