Federação portuguesa sonda Eriksson para lugar de Felipão

Em reportagem publicada neste sábado, o jornal português Record informou que a possibilidade de ter de procurar um novo treinador para a seleção nacional começou a ser encarada pelo presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madaíl, há alguns meses. Dois nomes surgiram na primeira linha de candidatos: o sueco Sven-Goran Eriksson e o português Manuel José. Mas nem um e nem outro foram contatados diretamente por Madaíl, segundo o diário. O lobby em favor de Eriksson começou há meses e Madaíl tem resistido às pressões para avançar desde já com as conversações com o sueco. O fato de conhecer bem Portugal, de já ter trabalhado naquele país, de ter uma casa nos arredores de Cascais e de estar ligado a um empreendimento turístico no Algarve podem pesar em favor do sueco. Por sua vez, Manuel José havia sido convidado por Madaíl para suceder António Oliveira, após o Mundial de 2002, registra o Record. Mas acabou sendo substituído por Felipão quando já tinha tudo preparado para começar a trabalhar. Sua contratação, agora, poderia ser vista como uma tentativa de "emenda" por parte de Madaíl, concluiu a reportagem.

Agencia Estado,

08 Julho 2006 | 11h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.