Bruno Cantini/Divulgação
Bruno Cantini/Divulgação

Felipão agradece Cuca e diz que Victor será titular na seleção brasileira

Goleiro campeão da Libertadores ganha uma chance nos amistosos

Sílvio Barsetti, Agência Estado

31 de outubro de 2013 | 13h44

RIO - O técnico Cuca foi fundamental para a convocação da seleção brasileira para os amistosos contra Honduras e Chile, em novembro. Isso porque o treinador do Atlético-MG foi o único dos que comandam times brasileiros que liberou seus jogadores, permitindo a Felipão convocar Victor e Jô.

A oportunidade é especial para Victor. O goleiro disputa duas vagas no grupo da Copa com Jefferson e Diego Cavalieri, mas não joga pela seleção desde 2011. Como Botafogo e Fluminense ainda têm metas a cumprir no Brasileirão - diferente do Atlético-MG - os cariocas não perderão jogadores na reta final da competição. Assim, agora é a vez de Victor mostrar trabalho a Felipão jogando.

"O Cuca tem sido um amigo espetacular, maravilhoso, parceiro, e mais uma vez nos ajudou. O Victor jogará o primeiro jogo e pode até jogar um pedaço do segundo porque aí posso vê-lo jogando com os jogadores da seleção e ver o que posso escolher para o Mundial. Quero ser o mais justo possível com todos eles para depois fazer as escolhas", explicou Felipão.

Victor disputa uma das duas vagas restantes porque a de titular é do Julio Cesar. A convocação do jogador do QPR para os amistosos no América do Norte surpreendeu, uma vez que ele não vem atuando e passou por uma cirurgia na mão. Mas Felipão garante que Julio está com condições de jogo.

"Ele está melhor do que na convocação passada, quando ele jogou contra Portugal. Está melhor fisicamente e tecnicamente, pela análise que nós temos feito, mas não através de jogos, porque ele não está jogando", disse Felipão, deixando para Julio Cesar a definição do seu futuro, para que não seja reserva do clube no ano da Copa.

Se Julio Cesar voltou depois de ficar de fora da convocação para os jogos contra Coreia do Sul e Zâmbia, Fred segue de fora. Com uma lesão na coxa direita, o atacante ainda se recupera fisicamente. Mas, segundo Felipão, o seu centroavante titular volta logo.

"Tenho conversado bastante com o Fred, quase que semanalmente. Isso quando encontro o Fred no telefone. Ele não atende aquele telefone. Sobre a evolução da lesão, o que eu tenho de conhecimento é que dentro de 15 dias ele vai estar numa situação normal, quase que normal, para jogar o restante do Campeonato Brasileiro", afirmou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFelipãoseleção brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.