Cristiano Andujar/AE
Cristiano Andujar/AE

Felipão aponta falhas e diz que Avaí mereceu a vitória

'Não conseguimos fazer as coisas da maneira correta para podermos ganhar a partida'

AE, Agência Estado

18 de julho de 2010 | 20h20

O técnico Luiz Felipe Scolari reestreou com derrota neste domingo no comando do Palmeiras, ao perder por 4 a 2 para o Avaí, na Ressacada. Mas o treinador não negou que a vitória do time catarinense foi merecida. Além disso, Felipão criticou a sua equipe, apontando falhas que custaram o resultado negativo fora de casa.

Veja também:

linkPalmeiras perde do Avaí na Ressacada na reestreia de Felipão

link Palmeirenses lamentam erros após derrota para o Avaí

forumBLOG BATE-PRONTO - Felipão vai perder muito cabelo

BRASILEIRÃO – tabela Classificação | listaCalendário / Resultados

"Não conseguimos fazer as coisas da maneira correta para podermos ganhar a partida. Foi inoperância de todos, não foi só uma falha no meio de campo", disse Felipão, que voltou ao clube após mais de dez anos. "O Avaí mereceu ganhar pelo que demonstrou em campo", decretou o novo técnico palmeirense, que segue otimista para a sequência do Brasileirão.

"À medida em que o tempo me der oportunidade, acho que as coisas vão melhorando. Especialmente com os mais jovens", comentou. "Não vim apenas para um trabalho de 30 dias, vim para dois anos e meio. Vamos ver o que dá para fazer e tentar alcançar o que é sonhado pelo torcedor e por mim", completou Felipão.

No entanto, o treinador sabe que as cobranças virão se o time não melhorar. "É algo que eu sei que, à medida em que acontecem as derrotas, a pressão aumenta", lembrou. "No avião [vindo para o Brasil], alguns torcedores me disseram: ''Este ano não vamos te cobrar, mas no ano que vem nós vamos''", contou.

Ainda antes da partida, Felipão também respondeu novamente sobre a possibilidade de assumir a seleção brasileira. "Eu gostaria sim, como profissional. Mas é um assunto que se encerrou neste momento", afirmou. "Tenho de pensar no Palmeiras e solucionar alguns problemas aqui", encerrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.