Felipão arma esquema mais defensivo no Palmeiras

O técnico Luiz Felipe Scolari resolveu armar um esquema mais defensivo para o jogo contra o Cruzeiro, domingo, em Sete Lagoas (MG), pela segunda rodada do Brasileirão. No treino coletivo realizado na tarde desta quarta-feira, ele escalou o time do Palmeiras com três volantes e nenhum meia, ao colocar Chico no lugar de Tinga.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

25 de maio de 2011 | 16h34

Ainda sem poder contar com os meias Valdivia e Lincoln, ambos contundidos, Felipão também está sem o meia Patrik, que se recupera de uma conjuntivite e não treinou tanto na terça-feira quanto nesta quarta. Para completar, o meia Tinga não teve boa atuação na vitória sobre o Botafogo, domingo, na abertura do Brasileirão.

Diante desse cenário, Felipão optou por tirar Tinga e formar o meio-de-campo com três volantes: Chico, Márcio Araújo e Marcos Assunção. Na frente, ele manteve Luan, Kléber e Adriano. Apesar da mudança no treino, o treinador ainda não confirmou se irá optar mesmo por essa escalação para o jogo contra o Cruzeiro no domingo.

Outra novidade no time titular durante o treino foi o retorno do lateral-direito Cicinho. Recuperado da contusão muscular sofrida na semifinal do Paulistão, ele está confirmado no jogo de domingo. Mas deve ser o único dos jogadores contundidos que volta agora - Valdivia, Lincoln, Wellington Paulista e Rivaldo seguem fora.

Com essas mudanças, o Palmeiras deve enfrentar o Cruzeiro no domingo com a seguinte formação: Marcos; Cicinho, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; Chico, Marcos Assunção e Márcio Araújo; Luan, Kléber e Adriano.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.