Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Felipão aumenta testes no Palmeiras e estuda reforços para 2019

Após bater o Sport, pelo Brasileiro, treinador cita a necessidade de reforçar posições carentes no elenco

O Estado de S. Paulo

24 de setembro de 2018 | 11h00

A vitória do Palmeiras por 1 a 0 sobre o Sport, neste domingo, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro, serviu para o técnico do time, Luiz Felipe Scolari, ampliar a análise de jogadores do elenco. Pela primeira vez o treinador pode utilizar pela primeira vez o meia venezuelano Guerra, que se recuperou de lesão e se tornou o 25º jogador diferente testado na sua gestão.

Dos 28 atletas do elenco profissional, ainda não jogaram com Felipão somente os zagueiros Pedrão e Nico Freire, mais o meia Vitinho. O rodízio de titulares promovido pelo treinador nas três competições disputadas (Copa do Brasil, Campeonato Brasileiro e Copa Libertadores) tem propiciado a variada utilização do plantel. Cerca de 90% das opões já foram utilizadas.

"Podemos mesclar a equipe e com isso temos um ambiente em todos jogos. Todos estão presumivelmente satisfeitos com sua condição e com qualidade para atuar", disse o treinador. Sob o comando dele, o Palmeiras está invicto no Campeonato Brasileiro. O clube está na segunda posição, a um ponto atrás do líder, São Paulo.

Nas observações feitas ao longo das últimas semanas no comando do Palmeiras, o técnico já identificou possíveis necessidades para contratações em 2019. "No ano que vem, queremos colocar um ou dois jogadores para preencher posições que, em determinados momentos, sentimos falta por lesão ou cartão", disse Felipão neste domingo.

O primeiro reforço para a próxima temporada será o atacante Arthur, do Ceará. O jogador de 20 anos inclusive marcou um gol neste domingo na derrota por 3 a 2 para o Grêmio, em Porto Alegre.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.