Heinz-Peter Bader/Reuters
Heinz-Peter Bader/Reuters

Felipão avisa que convocará Diego Costa para a seleção no dia 31

Jogador, que tem dupla nacionalidade, tem se inclinado a servir a seleção da Espanha

AE, Agência Estado

23 de outubro de 2013 | 23h09

RIO - O técnico Luiz Felipe Scolari avisou na noite desta quarta-feira que o atacante Diego Costa estará na próxima lista de convocados da seleção brasileira, a ser anunciada no dia 31 de outubro. Assim, ele promete testar novamente o jogador, que tem sido assediado para passar a defender a Espanha.

"Temos a intenção mais uma vez de convocá-lo, pois já convocamos nos jogos da Rússia e Itália (em março). Para que possa ter uma análise definitiva sobre esse atleta, que é brasileiro e está tendo um destaque bastante grande pelo Atlético de Madrid. E a carta foi enviada à Fifa dizendo da nossa intenção, que vamos convocá-lo na próxima quinta-feira", disse Felipão, em entrevista à TV Globo.

Em grande fase no Atlético de Madrid, Diego Costa é artilheiro do Campeonato Espanhol e atraiu o interesse do técnico Vicente del Bosque, que pensa em convocá-lo para a seleção da Espanha. Mas Felipão mostra agora que também pretende contar com o jogador e pode levá-lo à Copa do Mundo.

Com 25 anos, Diego Costa tem nacionalidade espanhola e, pelas regras da Fifa, poderia defender a Espanha se assim quiser - como ele não disputou jogos oficiais pelo Brasil (apenas os amistosos em março, com Rússia e Itália, quando foi chamado por Felipão), pode adotar a nova seleção.

Na terça-feira, após marcar dois gols na vitória do Atlético de Madrid pela Liga dos Campeões da Europa, Diego Costa revelou que já tinha decidido por qual seleção vai jogar. Mas não quis adiantar sua escolha. Agora, com o anúncio de Felipão, é provável que ele fique mesmo com o Brasil.

Na semana que vem, Felipão vai convocar a seleção brasileira para os dois últimos amistosos do ano, quando pretende fazer os testes definitivos para montar o grupo da Copa. Em 16 de novembro, o Brasil enfrentará Honduras nos Estados Unidos. E três dias depois, joga contra o Chile no Canadá.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.