José Sotomayor/EFE
José Sotomayor/EFE

Felipão chega nesta quarta-feira à marca de 70 jogos na Libertadores

Treinador do Palmeiras se aproxima da lista dos dez nomes que mais dirigiram times na competição

Redação, O Estado de S.Paulo

08 de maio de 2019 | 11h00

O técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras, vai acumular mais um feito na carreira na noite desta quarta-feira. Ao dirigir o time contra o San Lorenzo, no Allianz Parque, o treinador de 70 anos chegará à 70ª participação em compromissos da Copa Libertadores e igualar a marca do argentino José Omar Pastoriza no 11º lugar na lista dos que mais dirigiram equipes no torneio.

Felipão ganhou a Libertadores com o Grêmio em 1995 e com o Palmeiras, em 1999. Em 69 partidas na competição, o técnico tem 39 vitórias, 14 empates e sofreu seis derrotas. O aproveitamento é de 63%. No ano passado, na sexta participação no torneio, o treinador conduziu o Palmeiras até a semifinal, quando o time foi eliminado pelo Boca Juniors.

Ao chegar à marca de 70 partidas na competição, Felipão iguala Pastoriza, técnico que foi campeão do torneio em 1984, pelo Independiente. O treinador com mais jogos na Libertadores é o colombiano Gabriel Ochoa Uribe, com 112 partidas em 13 edições. O melhor resultado dele foi ter levado o América de Cali ao vice-campeonato do torneio em 1986 e 1987.

Um outro recorde recente de Felipão veio no fim do ano passado. Aos 70 anos, ele se tornou o treinador mais velho a ganhar um Campeonato Brasileiro. A marca anterior pertencia a Antônio Lopes, que em 2005, aos 64 anos, venceu a competição no comando do Corinthians.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.