Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Felipão comemora manutenção da vantagem na liderança do Brasileirão

Palmeiras continua cinco pontos na frente do Inter, após empate com o Atlético-MG

O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2018 | 21h22

A mesma vantagem e uma rodada a menos para o fim do campeonato. É com esse sentimento que o Palmeiras comemora e deixa Belo Horizonte após o empate por 1 a 1 com o Atlético-MG, no Independência. Com o ponto somado, o time pulou para 67 pontos. O Internacional, vice-líder, empatou com o Ceará em outro duelo deste domingo e chegou aos 62. No sábado, o Flamengo perdeu o clássico para o Botafogo e estagnou nos 60.

"Diminuímos um jogo, mantivemos os cinco pontos do Inter, e temos um ponto a mais do Flamengo. Acho que a rodada foi boa, benéfica para nós. Um empate contra o Atlético-MG fora de casa é muito bom, pode acreditar", disse Felipão.

Dentro do planejamento palmeirense para a conquista do título, esta rodada era crucial. Um derrota para o Atlético-MG e uma vitória do Inter reduziria a vantagem para dois pontos, pondo fogo no campeonato em sua reta final.

Nas próximas cinco rodadas, o Palmeiras encara times que não estão bem na tabela de classificação, sendo que três deles estão na zona do rebaixamento. A equipe terá pela frente Fluminense, Paraná, América-MG, Vasco e Vitória, nesta ordem.

Eliminado nas outras duas competições que disputava, ambas na fase semifinal (na Copa do Brasil e na Libertadores), Luiz Felipe Scolari revelou se sentir na obrigação de conquistar o título brasileiro. "Esperava passar na Libertadores e na Copa do Brasil e eu não passei. Estou devendo algo ao Palmeiras. Tomara que consiga retribuir neste final de ano com o Brasileiro", finalizou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.