Felipão 'convoca' padre para sua reestreia no futebol após a Copa

Técnico recomeça à frente do Grêmio neste domingo, contra o rival Inter, no Beira-Rio, com reforço do padre Pedro, um velho amigo

O Estado de S.Paulo

08 de agosto de 2014 | 15h10

Felipão está a dois dias de voltar à beira do gramado após entregar seu cargo para a CBF depois da derrota para a Holanda, em Brasília, pela disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo. Apresentado ao Grêmio semana passada e já metendo a mão na massa, seu primeiro compromisso será diante do rival Inter, voltando a encarar um Gre-Nal depois deixar o clube gaúcho para ganhar o Brasil e o mundo. E se Felipão amadureceu, não deixou de lado algumas manias e superstições, como ele próprio disse em sua chega ao Grêmio. Por isso, para essa estreia, ele contará com a bênção do padre e amigo Pedro Bauer, que foi convocado pelo treinador para a partida deste domingo.

O padre Pedro é torcedor de Felipão acima de tudo. Já foi seguidor do Criciúma, Palmeiras e agora é do Grêmio. Ele conhece Felipão desde 1991. Também já foi até convidado para falar aos seus jogadores antes de partidas importantes, em partes de preleções. Neste domingo, o padre estará no Beira-Rio e ficará hospedado em Porto Alegre no mesmo hotel que a deleção gremista, o Deville, de acordo com o jornal Zero Hora.

"Evito falar de religião com os jogadores porque, afinal de contas, no vestiário há católicos, evangélicos de vários cultos, espíritas... e não quero impor uma visão particular. Minha mensagem é sobre a fé em conseguir as coisas, a fé em Deus", disse o padre, de 65 anos. "Felipão me 'obrigava' a concentrar com seus times na hora das decisões", brinca. O padre Pedro era figura fácil no Palestra Itália, quando o treinador comandava o Palmeiras. Ele também chegou a visitar a Granja Comary, onde Felipão treinou a seleção. O treinador espera que, com a ajuda do amigo, seu recomeço possa ser mais proveitoso do que foi seu trabalho à frente do Brasil na Copa do Mundo.

Tudo o que sabemos sobre:
grêmiofutebolbrasileirãofelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.