Felipão dá chance a Robinho e Willian na seleção

Sem poder contar com Diego Costa, que preferiu defender a Espanha, o técnico Luiz Felipe Scolari resolveu dar uma chance a Robinho na seleção brasileira. O atacante de 29 anos, que não joga pelo Brasil desde agosto de 2011, é a principal novidade na convocação de 22 jogadores feita por Felipão nesta quinta-feira, visando os amistosos de novembro, contra Honduras, dia 16, em Miami (Estados Unidos), e Chile, dia 19, em Toronto (Canadá).

AE, Agência Estado

31 de outubro de 2013 | 12h21

Além de Robinho, um dos líderes da seleção na campanha fracassada na Copa do Mundo de 2010, Felipão resolveu dar uma chance para Willian, meia de 25 anos que foi formado no Corinthians e trocou o Anzhi pelo Chelsea nesta temporada por 35 milhões de euros. Na seleção, ele deve fazer sombra a Oscar, seu companheiro de equipe em Londres. Pelo Brasil, só fez dois jogos até hoje, nos amistosos contra Egito e Gabão, em novembro de 2011.

Depois de decepcionar no amistoso diante da Zâmbia, quando ganharam chance como titular, Alexandre Pato e Lucas ficaram fora da lista divulgada nesta quinta-feira. A situação é preocupante para o meia-atacante do Paris Saint-Germain, que vinha sendo convocado seguidamente desde o título do Sul-Americano Sub-20, em fevereiro de 2011, e é excluído exatamente nos últimos amistosos de 2013. Felipão já declarou mais de uma vez que pretende começar o ano que vem com todos os jogadores da Copa definidos. Antes da convocação final para o Mundial, o Brasil fará só mais um amistoso, em março do ano que vem, contra a África do Sul.

Machucado, o atacante Fred também não foi chamado por Felipão. Já o zagueiro Thiago Silva foi convocado um dia depois de voltar a treinar no Paris Saint-Germain. Ele havia ficado mais de um mês afastado dos gramados por causa de uma lesão muscular na coxa esquerda e não enfrentou Coreia do Sul e Zâmbia, na última rodada de amistosos da seleção.

Outra novidade foi a convocação de Julio Cesar, titular da seleção, que passou por uma cirurgia na mão e não tem sequer ficado no banco do Queens Park Rangers na segunda divisão do futebol inglês. Victor, do Atlético Mineiro, ganhou a disputa com Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo) para ser o goleiro reserva.

Felipão já havia convocado cinco jogadores previamente, semana passada, oficialmente porque estes precisavam de maior tempo para obter vistos de entrada nos Estados Unidos e Canadá. Naquela lista estavam Daniel Alves, Hulk, Lucas Leiva, Marquinhos e Diego Costa. Diego Costa, porém, acabou sendo cortado depois que oficializou, na terça-feira, o seu interesse em defender a seleção espanhola, recusando a convocação para jogar pelo Brasil, país em que nasceu.

Para a zaga, Felipão chamou os nomes de sempre, com Thiago Silva, David Luiz e Dante. A quarta vaga no setor defensiva, ainda aberta para a Copa do Mundo, ficou com Marquinhos para esses dois amistosos, assim como já havia sido divulgado anteriormente. Nas laterais, nenhuma surpresa, uma vez que foram convocados Daniel Alves, Maicon, Marcelo e Maxwell.

A vaga ainda aberta no grupo da Copa para um volante vai ser ocupada, nestes dois amistosos, por Lucas Leiva, outro que havia sido convocado previamente. O jogador do Liverpool faz companhia a Luiz Gustavo, Ramires, Hernanes e Paulinho.

Do meio para frente, Robinho e Willian são as novidades. Sem Lucas e Fred, o treinador resolveu manter os nomes que já vinha chamando: Jô, Hulk, Bernard, Neymar e Oscar.

Confira a lista de convocados por Felipão:

Goleiros - Julio Cesar (Queens Park Rangers) e Victor (Atlético-MG)

Zagueiros - David Luiz (Chelsea), Dante (Bayern de Munique), Thiago Silva (Paris Saint-Germain) e Marquinhos (Paris Saint-Germain)

Laterais - Daniel Alves (Barcelona), Maicon (Roma), Marcelo (Real Madrid) e Maxwell (Paris Saint-Germain)

Volantes - Lucas Leiva (Liverpool), Hernanes (Lazio), Luiz Gustavo (Wolfsburg), Ramires (Chelsea) e Paulinho (Tottenham)

Meias - Oscar (Chelsea) e Willian (Chelsea)

Atacantes - Jô (Atlético-MG), Hulk (Zenit), Bernard (Shakhtar Donetsk), Neymar (Barcelona) e Robinho (Milan)

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.