Felipão dá volta por cima e recoloca a seleção no trilho

Treinador conquistou o seu segundo título pela seleção brasileira, o 19.º de sua carreira

AE, Agência Estado

30 de junho de 2013 | 21h01

RIO - Ao ser campeão da

Naquele momento, Felipão encerrava um jejum de títulos importantes que durava justamente desde 2002, quando se consagrou com a seleção do penta. O longo período sem taças de expressão - em dez anos foi campeão apenas da inexpressiva Liga Usbeque pelo Bunyodkor em 2009 - colocou em xeque a real competência do experiente treinador. Neste mesmo período, entretanto, ele também levou Portugal a uma final de Eurocopa, em 2004, e ficou em quarto lugar com os portugueses na Copa do Mundo de 2006.

Tido como ultrapassado em alguns momentos, Felipão mostrou nesta Copa das Confederações, porém, que ainda sabe formar times fortes e competitivos. Cambaleante no início desta sua segunda passagem pela seleção, quando apostou em boa parte dos jogadores que faziam parte da base formada por Mano Menezes, aos poucos foi dando cara a uma seleção que, com seu antecessor, nunca conseguiu convencer e ter uma sequência positiva que inspirasse grande confiança dos torcedores.

Com o triunfo deste domingo, Felipão passou a ostentar 17 vitórias e apenas cinco derrotas em jogos oficiais no comando da seleção - esses números não contabilizam amistosos. E, ao bater a Espanha neste domingo, ele ampliou para 13 o número de triunfos seguidos em competições oficiais pelo time brasileiro, um recorde.

A sequência de vitórias começou nos 3 a 0 sobre a Venezuela, na rodada final das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2002. Em seguida, foram sete seguidas no Mundial na Coreia do Sul e Japão e agora mais cinco na campanha do título da Copa das Confederações. E, exatamente 11 anos após bater os alemães na final do Mundial, em 30 de junho de 2002, ele liderou o Brasil rumo ao título da Copa das Confederações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.