Felipão defende Willian após pênalti desperdiçado

Estreante em Copas, jogador se abateu após perder a cobrança

Sílvio Barsetti, enviado especial , O Estado de São Paulo

29 de junho de 2014 | 11h55

Ainda no vestiário da seleção brasileira, no Mineirão, na tarde de ontem, após o jogo com o Chile, o técnico Luiz Felipe Scolari conversou com o meia Willian, a quem abraçou e disse palavras de incentivo.

Felipão notou que o jogador se abalara ao perder um pênalti nas cobranças que decidiram a vaga do Brasil para as quartas de final da Copa do Mundo. Willian chutou a bola para fora. Depois dele, Hulk também não converteu um pênalti.

Em entrevista no Mineirão, o técnico contou que na conversa com o atleta enfatizou que o erro "vai acrescentar muito" na carreira dele, como "acúmulo de experiência para o futuro".

"O Willian é novo, precisava passar por uma situação como essa. Ele bate bem pênaltis. Naquele não teve sorte, mas Copa do Mundo serve pra isso também, pra deixar o jogador mais amadurecido."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.