Felipão desmente contato com dirigentes da Inglaterra

O técnico da seleção portuguesa, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, negou nesta quarta-feira ter feito qualquer tipo de contato com a Federação Inglesa de Futebol (FA) para assumir o comando técnico da Inglaterra após Mundial. O atual treinador dos ingleses, o sueco Sven-Goran Eriksson, já comunicou que deixará o cargo após a Copa da Alemanha.Os rumores na imprensa inglesa de que Felipão teria mantido um contato com a FA aumentaram depois que o treinador foi a Londres, na última sexta-feira, para participar de uma cerimônia."Estive em Londres para dar um conferência com o técnico Bobby Robson. Cheguei às 11h da manhã e logo fui para a reunião, que durou até às 5h da tarde. Então peguei um táxi e fui para o aeroporto. Só poderia ter ocorrido um encontro se o presidente da FA fosse o taxista", explicou Scolari, mostrando o seu bom humor com a situação.Felipão, cujo contrato com Portugal termina logo após o Mundial, é um dos treinadores estrangeiros que foram sondados pela FA para assumir o cargo de treinador da Inglaterra. O outro nome cotado para a vaga é o do holandês Guus Hiddink, atualmente na Austrália.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.