Ernesto Rodrigues/AE - 20/6/2012
Ernesto Rodrigues/AE - 20/6/2012

Felipão deve contar com Barcos e Assunção no domingo

Recuperados, os dois jogadores reforçam o Palmeiras na próxima rodada do Campeonato Brasileiro

Daniel Batista, Agência Estado

20 de julho de 2012 | 15h07

SÃO PAULO - Depois de enfrentar o Coritiba com 12 desfalques na quinta-feira, o Palmeiras deve contar com dois reforços no domingo, diante do Náutico. Hernán Barcos e Marcos Assunção, dois dos principais jogadores da equipe, devem estar de volta ao time de Luiz Felipe Scolari na Arena Barueri.

A informação foi confirmada pelo médico Vinícius Martins, que descartou o retorno de outros seis jogadores lesionados. "Dos oito machucados, só que tem chance de voltar domingo é o Barcos e o Marcos Assunção. Os outros dificilmente vão voltar agora", declarou o médico.

Barcos já está recuperado de cirurgia no apêndice, após desfalcar a equipe nas finais da Copa do Brasil. Apesar da ausências nas últimas semanas, ele trabalhou bem no gramado nesta semana e mostrou boas condições físicas.

Assunção, por sua vez, sofreu com dois problemas simultâneos nos últimos dias. Ele estava gripado e com febre, o que atrapalhou o tratamento de uma tendinite no joelho direito. "Ele chegou a ser medicado, mas não conseguia treinar. Só ficava deitado na cama. E junto com isso teve uma tendinite no joelho", explicou Martins.

Também machucados, Román, Maurício Ramos só devem voltar aos trabalhos na próxima semana. Thiago Heleno tem estimativa de retorno para daqui a dez dias, enquanto Vinícius pode voltar na semana que vem, caso renove seu contrato. Luan, por sua vez, deve ficar mais 20 dias afastado. E Wesley é esperado somente para novembro.

Entre os desfalques de quinta-feira, os suspensos Valdivia, Maikon leite, João Vítor e Henrique não terão problemas para voltar ao time no fim de semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.