Marcos de Paula/AE - 14/8/2011
Marcos de Paula/AE - 14/8/2011

Felipão deve fazer mudanças no Palmeiras após derrota para o Vasco

Treinador se irrita com má atuação de alguns jogadores em jogo em São Januário

AE, Agência Estado

15 de agosto de 2011 | 12h09

A nova derrota do Palmeiras para o Vasco deve provocar alterações na escalação para o jogo contra o Bahia, quinta-feira, no Estádio do Canindé, em São Paulo, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. No domingo, a equipe perdeu para o time carioca por 1 a 0 em São Januário e o treinador avaliou que alguns jogadores estão em queda de rendimento.

"Vocês (jornalistas) estão vendo quem são os que caíram de rendimento. É questão técnica, e por alguma razão a bola não chega em condições de se fazer o gol, não se faz um passe correto... Vou estudar de novo uma série de detalhes para tentar corrigir isso", disse.

Na última quinta-feira, o Palmeiras foi batida por 2 a 0 pelo Vasco, também no Rio, mas pela Copa Sul-Americana. Insatisfeito, Felipão colocou o volante Chico na vaga do suspenso Marcos Assunção e trocou o atacante Maikon Leite por Dinei, mas a equipe voltou a ser derrotada.

Felipão ameaçou até deixar o Palmeiras caso as novas mudanças não surtam efeito. "Se não muda de um jeito, muda por outro. Tem duas situações no futebol: técnico muda jogador e direção muda técnico. São duas situações que tem de mudar, por bem ou por mal", disse.

Para Felipão, a polêmica envolvendo o atacante Kleber, que despertou o interesse do Flamengo e causou imbróglio com a diretoria, trouxe efeitos negativos para o ambiente do Palmeiras e pode ser uma das razões da queda de rendimento do time.

"Um ou dois motivos dessa fase já são conhecidos por nós desde aquele episódio envolvendo a possibilidade de o Kleber sair. Mudou um pouco o ambiente do nosso time, de jogadores... A confusão instaurada pelo Flamengo ainda não foi bem assimilada. Também tem a dificuldade em fazer gols. Algumas situações já detectamos, outras não", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.