Felipão dirige Portugal pela 3ª vez

Luiz Felipe Scolari tem certeza de que a seleção de Portugal está no caminho certo para o sucesso. O treinador campeão do mundo ficou animado com os resultados iniciais de seu trabalho ? por enquanto derrota para a Itália (1 a 0) e vitória sobre o Brasil (2 a 1), em dois amistosos disputados este ano. A terceira experiência no comando da equipe que hospedará a Euro-2004 será nesta quarta-feira contra a Macedônia, em Lausanne. O otimismo de Felipão tornou-se mais evidente depois de derrotar sua antiga ?família?, sábado, na cidade do Porto. Antes de jogar contra Rivaldo, Ronaldo, Parreira & cia, havia pressão de alguns setores da crítica portuguesa, descontentes com os métodos do técnico importado. O resultado, porém, lhe deu fôlego para impor seu estilo com mais facilidade. ?Temos agora condições de transformar este grupo de jogadores campeões em seus grupos em vencedores também na seleção?, afirmou, antes do embarque para a Suíça, local do compromisso deste meio de semana. ?A motivação deste grupo é o de vencer o Europeu do ano que vem.? Felipão afirma que encontrou a trilha correta para o time, diz que o grupo está aberto e que as observações continuarão. Além disso, avisou que pretende trocar idéias com os atletas, em vez de apenas impor seus conceitos. ?O jogador não pode ser uma vaca de presépio?, comparou. ?Deve participar das discussões táticas e trocar informações.? O time será quase o mesmo de sábado, mas com a presença de Figo, poupado por problemas musculares. Ele entra no lugar de Simão Sabrosa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.