Divulgação
Divulgação

Felipão diz desconhecer interesse peruano para treinar seleção

Em entrevista coletiva o treinador garantiu que ficou sabendo da informação pela imprensa, mas descarta saída do Grêmio

Estadão Conteúdo

11 de janeiro de 2015 | 15h29

A informação de que estaria sendo pretendido pela Federação Peruana de Futebol (FPF) para treinar a seleção nacional pegou o técnico Luiz Felipe Scolari de surpresa. Em entrevista coletiva neste domingo, o treinador garantiu que ficou sabendo da informação pela imprensa, descartou a possibilidade de deixar o Grêmio no momento e exaltou o projeto do clube gaúcho.

"Estou sabendo disso por vocês (jornalistas), agora", garantiu em entrevista concedida no CT Luiz Carvalho. "Mas não tem nada, não fui procurado pela Federação Peruana de Futebol e o que pode acontecer comigo é cumprir meus dois anos de contrato aqui. Tenho um projeto de montagem de grupo."

A imprensa peruana noticiou que o presidente da FPF, Edwin Oviedo, já teria um acerto com o representante de Felipão para levar o técnico para o país. Mas o treinador garantiu que não sabe de nenhuma sondagem. E mais, afirmou que se for procurado de fato, vai negar a proposta e permanecer no Grêmio.

Felipão garantiu que no momento só pensa na montagem do elenco gremista. O clube atravessa uma crise financeira e está com pouca verba para contratar. "É diferente a montagem de um grupo em que você não tem uma parte financeira disponível. A gente tem que pinçar jogadores sem grandes custos. É um pouco mais difícil, mas também é ótimo, faz a gente ir atrás de alternativas que talvez não pensássemos antes", comentou o treinador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.