Andy Rain/EFE
Andy Rain/EFE

Felipão diz não querer prejudicar clubes no Brasileirão com amistosos

Técnico dá a entender que chamará apenas um jogador de cada time para jogos na Ásia em outubro

AE, Agência Estado

25 de setembro de 2013 | 18h30

RIO - O técnico Luiz Felipe Scolari anuncia nesta quinta-feira uma nova convocação da seleção brasileira, para dois amistosos em outubro, contra Coreia do Sul e Zâmbia. Na véspera de divulgar a lista, ele disse que seu objetivo é não prejudicar os participantes do Brasileirão, dando a entender que chamaria apenas um jogador por clube.

"O objetivo é não prejudicar os clubes no Brasileiro", adiantou Felipão, em declaração veiculada no site da CBF. Ele fez, no entanto, a ressalva de que poderá convocar mais de um jogador de algum clube do Brasil, mas, nesse caso, teria a anuência do técnico do time. "Se houver necessidade de convocar dois jogadores, converso antes com treinador, como faço sempre e é a rotina da comissão técnica."

Nos amistosos contra a Coreia do Sul, em 12 de outubro, em Seul, e a Zâmbia, três dias depois, em Pequim, Felipão pode apresentar algumas novidades na lista, já que será uma das últimas oportunidades de fazer testes na seleção - ele pretende praticamente definir até o final deste ano o grupo que deseja chamar para a disputa da Copa de 2014.

"Pode ser a oportunidade de ver jogadores que ainda poderão ser convocados para a Copa do Mundo", afirmou Felipão, que já sabe que terá o desfalque de dois titulares da seleção. O goleiro Julio Cesar e o zagueiro Thiago Silva, ambos contundidos, não poderão disputar os amistosos de outubro, o que abre espaço para o treinador realizar mais alguns testes no grupo que está formando para o Mundial do ano que vem no Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.