Felipão diz não sentir pressão por classificação na Liga

O técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari terá uma missão complicada nesta terça-feira, quando o Chelsea faz seu último jogo pela fase de grupos da Liga dos Campeões. A equipe recebe o Cluj, da Romênia, no Stamford Bridge, e precisa de uma vitória para se classificar às oitavas-de-final sem depender de outros resultados.Mesmo assim, Felipão disse nesta segunda-feira que não sente pressão pelo resultado. "É apenas mais um jogo", afirmou. "Não é o jogo mais importante da temporada. É importante para a nossa classificação para a próxima fase, mas é como os outros jogos. Se nós perdemos, talvez fiquemos fora. Eu não me sentiria bem, mas nada além disso. Isso é a vida, isto é futebol."Com seu estilo característico, Felipão citou a pressão que já sentiu comandando times brasileiros, além da própria seleção nacional, pela qual foi campeão na Copa do Mundo de 2002. "No Brasil há milhões de torcedores, e eu fui treinador lá. Todo mundo é treinador no Brasil. Você acha que isso é pressão? Isso não é nada."O temor da imprensa inglesa se justifica. Depois de ficar quase cinco anos invicto em seu estádio, recentemente o Chelsea sofreu derrotas para Liverpool e Arsenal no Stamford Bridge. Um dos destaques da equipe, o meia alemão Michael Ballack admitiu que o time inglês não vem tendo grandes atuações em casa."Algumas vezes você não consegue explicar as coisas, e normalmente em casa, especialmente, nós somos muito fortes", disse Ballack. "Mas nas últimas semanas, com a primeira derrota em muito tempo, nós perdemos algo e não conseguimos fazer os resultados."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.