Felipão diz que não chamará lobistas

Felipão já mandou recado para os jogadores que acreditam na possibilidade de conquistar vaga na seleção por meio do marketing pessoal. Na avaliação dele, a presença constante - e repentina - desses atletas em noticiário de televisão, rádio e jornal não ajuda em nada no momento da convocação. "Esse oba-oba não tem a menor importância??, disse o treinador. "O que vale é o que eles produzem dentro do campo. Se estiverem jogando bem, serão chamados; se não jogarem, não vão.?? Nos últimos dias, dois atletas que andavam meio sumidos voltaram com força ao noticiário: Djalminha e Edmundo. Ambos já jogaram pela seleção, mas nos últimos tempos não têm feito parte das listas dos convocados, tanto de Leão como de Scolari. O meia do La Coruña, com notória aversão à imprensa, tem aparecido em jornais e tevês, e, sempre que pode, fala do "desejo de voltar a vestir a camisa da seleção". O mesmo ocorre com Edmundo, que recentemente assinou contrato com o Cruzeiro. O atacante jogou pelo Napoli no primeiro semestre e disse que resolveu voltar para o Brasil, mesmo precisando rebaixar consideravelmente o seu salário, porque quer nova chance na seleção e ir para a Copa de 2002. Scolari, porém, aproveitou até para fazer uma ironia com os "lobistas??. Garantiu que o time onde o jogador atua também não é um fator decisivo no momento do atleta ser chamado ou não para defender a seleção. "Estamos de olho em todos??, garantiu. "Se tiver algum jogador lá do Araribóia atuando bem, qual o problema em convocá-lo??? questionou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.