Felipão diz que pediu desculpas por telefone a Dragutinovic

Sem poder estar no banco de reservas, técnico anuncia lista para duelos com Azerbaijão e Casaquistão

Agências internacionais,

05 de outubro de 2007 | 11h23

Após ter a pena reduzida pela Uefa, o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari revelou nesta sexta-feira que fez as pazes com o sérvio Ivica Dragutinovic.   No dia 12 de setembro, Felipão tentou dar um soco no rosto do jogador ao final da partida entre a seleção sérvia e Portugal, disputada em Lisboa.   O lance causou uma grande repercussão na Europa, fato que levou Felipão a ser julgado pela Uefa.   Inicialmente, o brasileiro havia levado quatro jogos de gancho, mas a pena foi revertida para dois meses (três partidas).   Pouco depois do ocorrido, Felipão havia pedido desculpa em entrevista coletiva para os torcedores portugueses. Ele não tinha falado com o sérvio até a intervenção da Uefa.   "Foi a primeira vez que falei com ele depois do ocorrido", disse Felipão. "Foi uma conversa por telefone diante dos membros da Uefa. Pedimos desculpa um ao outro."   "Mesmo que não possa corrigir meu erro, pude reabilitar meu nome", explicou o treinador. "Agora, vou dar 200% de mim para a seleção portuguesa."   Felipão anunciou nesta sexta-feira a lista de jogadores que participará da partida contra Azerbaijão e Casaquistão (nos dias 13 e 17 deste mês, respectivamente), pelas Eliminatória da Euro.   O técnico não poderá ficar no banco de reservas em nenhum desses jogos. Ele só volta na última partida, contra a Finlândia, no dia 21 de novembro.   Convocados por Felipão:   Goleiros: Ricardo (Bétis) Quim (Benfica)   Defensores: Miguel (Valencia) Bosingwa (Porto) Bruno Alves (Porto) Paulo Ferreira (Chelsea) Ricardo Carvalho (Chelsea) Fernando Meira (Stuttgart) Tonel (Sporting)   Meio-campistas: Raul Meireles (Porto) Miguel Veloso (Sporting) João Moutinho (Sporting) Maniche (Atlético de Madrid) Duda (Sevilla) Deco (Barcelona)   Atacantes: Cristiano Ronaldo (Manchester United) Nani (Manchester United) Simão (Atlético de Madrid) Ricardo Quaresma (Porto) Nuno Gomes (Benfica) Hugo Almeida (Werder Bremen)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.