Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Felipão diz que time melhorou, mas não se empolga com liderança

Nesta quarta, Grêmio bateu o Novo Hamburgo pelo placar mínimo

Estadão Conteúdo

26 de março de 2015 | 11h05

A vitória por 1 a 0 sobre o Novo Hamburgo, na noite de quarta-feira, manteve o Grêmio na liderança do Campeonato Gaúcho, mas a situação foi minimizada pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Ele lembrou que o time será ultrapassado se o Internacional vencer o jogo adiado que tem a disputar e preferiu valorizar a grande possibilidade do time avançar entre os quatro primeiros colocados.

"O Grêmio não é líder no geral. Quem tem 25 pontos e um jogo a mais a jogar é o Inter, que pode ser o líder. Temos um ponto a mais, mas também um jogo a mais. Estamos 95% classificados entre os quatro primeiros, e atingimos os 26 pontos que planejamos", disse Felipão.

Satisfeito com o triunfo sobre o Novo Hamburgo, Felipão aprovou o desempenho do Grêmio no primeiro tempo, garantiu ter enxergado evolução no seu time e avaliou que o adversário valorizou a vitória, pois impôs muitas dificuldades.

"Foi melhor que domingo. fizemos um bom primeiro tempo e um não tão bom segundo. Hoje enfrentamos uma equipe muito boa. Esse Gauchão mostra que as equipes do interior escolheram muito bem os seus jogadores. O Novo Hamburgo valorizou a nossa vitória com seus jogadores experientes e de qualidade técnica", afirmou.

Após o triunfo de quarta-feira, o Grêmio volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai receber o São Paulo de Rio Grande na Arena, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Gaúcho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.