Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Felipão diz que time melhorou, mas não se empolga com liderança

Nesta quarta, Grêmio bateu o Novo Hamburgo pelo placar mínimo

Estadão Conteúdo

26 Março 2015 | 11h05

A vitória por 1 a 0 sobre o Novo Hamburgo, na noite de quarta-feira, manteve o Grêmio na liderança do Campeonato Gaúcho, mas a situação foi minimizada pelo técnico Luiz Felipe Scolari. Ele lembrou que o time será ultrapassado se o Internacional vencer o jogo adiado que tem a disputar e preferiu valorizar a grande possibilidade do time avançar entre os quatro primeiros colocados.

"O Grêmio não é líder no geral. Quem tem 25 pontos e um jogo a mais a jogar é o Inter, que pode ser o líder. Temos um ponto a mais, mas também um jogo a mais. Estamos 95% classificados entre os quatro primeiros, e atingimos os 26 pontos que planejamos", disse Felipão.

Satisfeito com o triunfo sobre o Novo Hamburgo, Felipão aprovou o desempenho do Grêmio no primeiro tempo, garantiu ter enxergado evolução no seu time e avaliou que o adversário valorizou a vitória, pois impôs muitas dificuldades.

"Foi melhor que domingo. fizemos um bom primeiro tempo e um não tão bom segundo. Hoje enfrentamos uma equipe muito boa. Esse Gauchão mostra que as equipes do interior escolheram muito bem os seus jogadores. O Novo Hamburgo valorizou a nossa vitória com seus jogadores experientes e de qualidade técnica", afirmou.

Após o triunfo de quarta-feira, o Grêmio volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai receber o São Paulo de Rio Grande na Arena, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Gaúcho.

Mais conteúdo sobre:
futebol Campeonato Gaúcho Grêmio Felipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.