Felipão diz que usará amistoso para fazer definições

O técnico Luiz Felipe Scolari explicou nesta segunda-feira que vai aproveitar o amistoso com a Zâmbia, nesta terça-feira, em Pequim, para realizar algumas definições em relação ao grupo da seleção brasileira que disputará a Copa do Mundo de 2014. Por isso, indicou, em treinamento, a realização de sete mudanças na equipe titular em relação ao time que entrou em campo na vitória por 2 a 0 sobre a Coreia do Sul.

AE, Agência Estado

14 de outubro de 2013 | 13h00

"Preferi, junto com Parreira (coordenador da seleção brasileira) e Murtosa (auxiliar técnico), realizar neste momento este tipo de jogo com esses jogadores, para que a gente tenha até mais algumas definições", disse Felipão, que não confirmou a escalação, mas adiantou as presenças de Lucas e Alexandre Pato no setor ofensivo.

O grupo da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2014 está em boa parte definido, tanto que Felipão disse após amistoso com o México em setembro que tinha 17 nomes certos, mas ainda há algumas dúvidas.

O terceiro goleiro ainda não está certo, assim como um zagueiro e um lateral-esquerdo. Assim, Diego Cavalieri, Dedé e Maxwell serão titulares diante da Zâmbia. No meio-de-campo, ainda parece haver uma vaga de volante aberta, que poderá ser ocupada por Lucas Leiva, escalado para o amistoso de terça.

O setor ofensivo também tem vagas indefinidas, e Lucas e Alexandre Pato serão titulares contra Zâmbia. A outra novidade da escalação, treinada por Felipão nesta segunda, é Ramires, que vem conquistando espaço na seleção brasileira e pode até roubar a vaga de titular de Hulk.

Após o duelo com a Zâmbia, o Brasil tem reservada, pela Fifa, datas para dois amistosos em novembro, sendo um deles contra Honduras, desde que a seleção da Concacaf se classifique para a Copa, e outro em março antes da convocação para o Mundial.

Assim, Felipão avisou que pode fazer outros testes durante o amistoso em Pequim. "Eu fiz uma opção, ou fazia agora, ou faria no último amistoso. É melhor fazer agora. Vamos ver o resultado que isso dá durante o jogo", disse. "Eu tenho seis substituições. Pretendo fazê-las", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.