Felipão diz que vitória da seleção francesa foi merecida

Luiz Felipe Scolari soube da eliminação da seleção brasileira no ônibus que levou a seleção portuguesa de Gelsenkirchen para a concentração em Marienfeld. ?A França foi muito criticada, mas foi bem montada, cresceu na competição e merece estar entre os quatro primeiro colocados do Mundial?, disse o treinador, que vai assistir ao videoteipe do jogo deste sábado juntamente com o restante da comissão técnica e os jogadores.?Estamos fazendo história para o futebol de Portugal. O vice-campeonato da Eurocopa de 2004 foi importante e esta Copa é mais um passo?, disse Felipão, após eliminar a Inglaterra, sem esconder a satisfação de colocar Portugal nas semifinais da Copa do Mundo da Alemanha. Luiz Felipe Scolari afirmou ter realizado o terceiro maior feito de sua vida: classificar Portugal entre os quatro primeiros colocados. O técnico não revela quais são os outros dois, mas afirmou após eliminar a Inglaterra, neste sábado, nos pênaltis, em Gelsenkirchen, que chegar na semifinal por Portugal é muito mais difícil do que conquistar o título pelo Brasil. E dá seus motivos. ?Só temos 10 milhões de habitantes em Portugal, no Brasil são 180 milhões. Em Portugal, mais da metade são de jogadores estrangeiros. No Brasil, as opções são muito maiores.?Felipão revelou um problema grave na seleção portuguesa: a falta de chutes de longa distância. Deficiência que, segundo o treinador, ficou nítida no jogo de ontem diante da Inglaterra, principalmente depois da expulsão do atacante Rooney. ?A Inglaterra soube se fechar muito bem. Nós não soubemos atacar pelos lados e o chute de fora da área é uma deficiência tradicional de Portugal.?Diante da França, na quarta-feira, em Munique, Deco estará de volta. A esperança é que o meia traga como opção as jogadas individuais e os chutes de fora da área, que faltaram ontem frente aos ingleses. Se Portugal mostrar o mesmo espírito de luta apresentado frente a Holanda e Inglaterra, segundo Felipão, terá chances de chegar à final. ?Cada passo dado agora é muito significante. Mas hoje já podemos chegar a ser campeões pois estamos entre os quatro melhores.?Nos próximos três dias de treinos - domingo e segunda-feira em Marienfeld e terça em Munique -, o técnico só terá como objetivo aumentar ainda mais a confiança e o entusiasmo dos jogadores. ?Com as vitórias é mais fácil de se trabalhar. O momento fazer com que o envolvimento de cada um seja maior e se tome cuidado com os pontos principais dos adversários.?Atenção maior será dada a Figo, Cristiano Ronaldo e Miguel, que se queixam de contusões. Eles serão pouco exigidos nesta semana. ?Agora o momento é mais psicológico, que físico.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.