Tiago Queiroz/AE- 21/7/2010
Tiago Queiroz/AE- 21/7/2010

Felipão é absolvido e liberado para comandar o Palmeiras

Treinador foi julgado pelo STJD pela expulsão diante do São Paulo e levou apenas uma advertência

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2010 | 16h08

O técnico Luiz Felipe Scolari poderá dirigir o Palmeiras na reta final do Campeonato Brasileiro. O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) julgou nesta quarta-feira recurso do treinador e apenas o advertiu pela expulsão na partida contra o São Paulo, disputada no dia 19 de setembro.  

 

Veja também:

link Lesionado, Valdivia para e desfalca o Palmeiras

 

Inicialmente, Felipão havia sido suspenso por dois jogos, em julgamento da Primeira Comissão Disciplinar do STJD, realizado no dia 4 de outubro. O treinador, porém, não chegou a cumprir a punição porque o departamento jurídico do Palmeiras conseguiu um efeito suspensivo.

Felipão respondia duplamente ao artigo 258 (assumir conduta contrária à disciplina e reclamação) do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). De acordo com o relato do árbitro José Henrique de Carvalho, o palmeirense teria reclamado: "árbitro de m..., não consegue colocar a barreira no lugar". Ele também relatou que Felipão demorou quatro minutos para se retirar do banco de reservas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.