Felipão exalta momento do Brasil, mas critica atuação

Para o técnico, o Brasil perdeu muitas chances e complicou uma partida que poderia ter sido fácil

AE, Agência Estado

15 de outubro de 2013 | 11h37

SÃO PAULO - Desde o título da Copa das Confederações, o técnico Luiz Felipe Scolari tem demonstrado satisfação com seus comandados na seleção brasileira. O bom momento, no entanto, não impediu que ele criticasse a atuação da equipe na vitória por 2 a 0 sobre a Zâmbia, em amistoso realizado nesta terça-feira em Pequim. Para ele, o Brasil perdeu muitas chances e complicou uma partida que poderia ter sido fácil.

"Os jogadores estão aprovados desde os amistosos antes da Copa das Confederações. De lá para cá vêm fazendo bonito, mas hoje (terça) não foram aprovados com louvor", disse, em entrevista à TV Globo na saída do gramado. "Não foi fácil, porque nós tornamos o jogo difícil. A medida que não aproveitamos as oportunidades no primeiro tempo, deixamos a Zâmbia crescer. E quando isso acontece, complica a partida."

Felipão aproveitou a partida desta terça para testar alguns jogadores que ainda brigam por uma vaga na Copa do Mundo e não vinham sendo titulares, casos de Diego Cavalieri, Dedé, Lucas Leiva, Maxwell, Alexandre Pato e Lucas. Desses, Pato e Lucas decepcionaram, não foram bem no primeiro tempo e acabaram substituídos já no intervalo. Para o coordenador técnico da seleção, Carlos Alberto Parreira, essa oscilação de desempenho, tanto individual quanto coletivo, é normal. "Faz parte do processo de adaptação de um time, fizemos sete alterações. Mas no fim foi ótimo. Ainda estamos no processo de arrumação" afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.