Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Felipão fecha treino e mantém dúvida no meio para enfrentar o Santos

Ordem no time gremista é evitar levar gol em casa, o que vira critério de desempate no mata-mata contra o Santos na Copa do Brasil

Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2014 | 19h00

O técnico Luiz Felipe Scolari fechou o treino do Grêmio nesta quarta-feira e não indicou quem será o substituto de Fellipe Bastos para a partida diante do Santos. As duas equipes iniciam o duelo de oitavas de final da Copa do Brasil nesta quinta, em Porto Alegre. A volta será semana que vem, na Vila Belmiro.

Por já ter atuado na competição este ano com a camisa do Vasco, Fellipe Bastos não pode defender o Grêmio na Copa do Brasil. O jogador vinha sendo titular no Campeonato Brasileiro, o que abre uma vaga no meio de campo. Walace e Matheus Biteco brigam pela titularidade, mas Felipão só anunciará o escolhido momentos antes do jogo.

Poupados no treino de terça-feira, o zagueiro Rhodolfo e o meia Luan voltaram a trabalhar nesta quarta e serão escalado. Na lateral direita, Pará deve voltar na vaga de Matías Rodríguez. Assim, o Grêmio deve ser escalado com: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Rhodolfo e Zé Roberto; Ramiro, Matheus Biteco (Walace), Giuliano e Luan; Dudu e Barcos.

DEFESA

A ordem gremista é evitar levar um gol em casa, o que vira critério de desempate nesta competição "Conseguir a vitória em casa é importante, mas não tomar gols também", definiu o atacante argentino Barcos, ao comentar sobre o desafio gremista.

Para ajudar na missão de superar o Santos e avançar na luta pelo título, o Grêmio conta com um técnico que conhece bem esse tipo de competição. Luiz Felipe Scolari já foi campeão da Copa do Brasil quatro vezes e sabe os caminhos para o sucesso, como evitar levar gol em casa.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilGrêmioFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.