Felipão fecha treino e não revela time gremista para o Gre-Nal

Técnico comandou os trabalhos no Estádio Olímpico e depois, em entrevista coletiva, se esquivou de revelar a escalação da equipe

Estadão Conteúdo

08 de agosto de 2014 | 19h13

O velho Felipão está de volta a Porto Alegre. Nesta sexta-feira, o treinador fez todo o possível para esconder como será o time do Grêmio que vai enfrentar o Inter, domingo, no Beira-Rio, no Gre-Nal que vai marcar a reestreia de Scolari no comando do time tricolor. O técnico fechou o treino no Estádio Olímpico e depois, em entrevista coletiva, se esquivou de revelar a escalação.

Deu algumas dicas, porém. Uma das garantias é de que não usará três zagueiros. "Estou com pouco tempo de treinamento aqui. Não posso, com dois ou três coletivos e um campo reduzido, mudar tanta coisa. Preciso de tempo. Três zagueiros é uma formação que precisa ser treinada muito tempo", argumentou.

Felipão também disse que não fará improvisações. Mas, para ele, não é improvisação escalar o lateral-direito Pará ou o volante Ramiro como lateral-esquerdo. "O Ramiro já jogou três anos de lateral no Juventude. Tenho algum conhecimento dos jogadores. Se eu inventar de fazer algo assim, é porque tenho confiança", explicou.

Estão garantidos no time o meia Giuliano e o atacante Barcos. Assim, Dudu, Luan e Fernandinho disputam duas posições. Na zaga, Pedro Geromel e Werley brigam para jogar ao lado de Rhodolfo. 

SELEÇÃO

Na coletiva, Felipão foi provocado a falar sobre seu antigo cargo, mas não se abalou. Sobre a opção por Dunga para ser seu substituto, disse que não tinha "nada a declarar". Questionado sobre as mudanças na CBF desde que deixou a seleção, afirmou que: "Eu vim para o Grêmio, foi isso que mudou".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioBrasileirãoFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.