Divulgação
Divulgação

Felipão lamenta ausência de Julio Cesar em amistosos

Goleiro se recupera de uma fratura no dedo médio da mão esquerda

AE, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 16h00

RIO - O técnico Luiz Felipe Scolari lamentou nesta quarta-feira a impossibilidade de incluir Julio Cesar na lista de convocados da seleção brasileira para os amistosos de outubro contra Coreia do Sul e Zâmbia, ambos na Ásia. O goleiro fraturou o dedo médio da mão esquerda ao tentar fazer uma defesa em um treino do Queen''s Park Rangers, na última terça-feira.

"O Runco manteve contato com o departamento médico do Queens Park Rangers e está comprovado que o Julio Cesar não teria condições de participar dos amistosos, daí tomarmos essa decisão", disse Felipão, ao site oficial da CBF, confirmando que Julio Cesar não será incluído na convocação, marcada para o dia 26 de setembro.

Médico da seleção brasileira, José Luís Runco recebeu as imagens da fratura no dedo de Julio Cesar, enviadas pelo clube inglês. Elas então foram avaliadas pelo médico Adauto Lima, ortopedista que é especialista em mão e apontou a necessidade da cirurgia.

Como os jogos contra Coreia do Sul e Zâmbia serão disputados nos dias 12 e 15 de outubro, respectivamente, Julio Cesar não terá tempo suficiente de recuperação para os jogos. "O Julio vai operar hoje (pelo horário em Londres, já operou) e deve ter alta amanhã. Depois, inicia o tratamento para recuperação, mas sem tempo hábil para ter condições de participar dos próximos amistosos", afirmou Felipão.

A ausência nos amistosos, porém, não vai afetar o status de Julio Cesar com o treinador da seleção brasileira. Anteriormente, Felipão "adiantou" a convocação do goleiro, que foi titular na conquista da Copa das Confederações, para a Copa do Mundo de 2014.

Enquanto prepara a lista de convocados da seleção brasileira para os dois amistosos de outubro, Felipão acompanha especialmente jogadores que foram desconvocados dos duelos de setembro com Austrália e Portugal. Esses são os casos do lateral-direito Daniel Alves e do atacante Hulk e também do lateral-esquerdo Marcelo, que se contundiu contra os australianos e ficou fora do duelo com os portugueses.

"O Daniel Alves já atuou pelo Barcelona, inclusive marcando gol. O Hulk deve jogar hoje pela Liga dos Campeões, e o Marcelo já foi liberado para iniciar os exercícios físicos", afirmou Felipão, que na terça-feira acompanhou a vitória do Paris Saint-Germain por 4 a 1 sobre o Olympiacos, pela Liga dos Campeões, que teve a participação dos brasileiros Thiago Silva, Maxwell, Marquinhos e Lucas.

Nesta quarta, Felipão revelou que acompanha o jogo entre Atlético de Madrid e Zenit, também pelo torneio continental, com as presenças de Miranda, Filipe Luis e Hulk. "Não só eu, como os integrantes da comissão técnica procuram assistir ao máximo de jogos possível. Hoje, vou ver pela tevê, aqui na CBF, Zenit e Atlético de Madrid", disse.

O treinador também revelou que pretende chamar apenas um jogador por clube brasileiro para os amistosos com Coreia do Sul, mas ressaltou que podem existir exceções. "O objetivo é não prejudicar os clubes no Brasileiro. Mas, se houver necessidade de convocar dois jogadores, converso antes com treinador, como faço sempre e é a rotina da comissão técnica", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.