Felipão lamenta chances perdidas em derrota gremista

Mesmo diante do líder do Campeonato Brasileiro e atuando fora de casa, o Grêmio não se limitou a defender diante do Cruzeiro na última quinta-feira, foi melhor em alguns momentos do jogo e perdeu diversas chances. No fim, foi castigado com o gol de Dagoberto, que selou a derrota por 1 a 0. Luiz Felipe Scolari não escondeu a decepção com o resultado e disse que a partida poderia ter sido bem diferente se seus comandados tivessem aproveitado algumas das oportunidades que tiveram.

Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2014 | 10h02

"A derrota passou por diversos pontos. Primeiro, pela qualidade do Cruzeiro. Segundo, pelas oportunidades que criamos, estivemos em frente ao Fábio e não conseguimos fazer o gol. Terceiro, o lance do gol foi com o zagueiro roubando a bola, aos 41 do segundo tempo, nossa equipe permite a passagem, o cruzamento e perdemos o tempo de bola quando o Dagoberto finalizou. É um gol que dificilmente a gente toma", comentou.

O lance do gol, aliás, revoltou o zagueiro Rhodolfo, que saiu de campo reclamando do "erro bobo" no lance. A jogada começou com uma roubada de bola de Dedé, que teve liberdade para avançar até o campo de ataque e cruzar na cabeça de Dagoberto. Pará errou na marcação e o atacante finalizou para a rede.

As declarações de Rhodolfo foram minimizadas por Felipão, que viu com naturalidade o descontentamento de seu comandado. "O Rhodolfo saiu chateado como todo mundo, só expôs seu pensamento de uma forma um pouco mais categórica do que os outros jogadores. Se fosse perguntado agora, teria a cabeça um pouco mais no lugar, iria responder de forma diferente."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmioFelipão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.