Felipão mantém mistério sobre futuro

O técnico Luiz Felipe Scolari continua fazendo mistério sobre o seu futuro. Em Assunção, onde esteve nesta quarta-feira para assistir ao primeiro jogo da final da Libertadores entre São Caetano e Olimpia, Felipão revelou que terá uma reunião com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, no dia 5 ou 6 de agosto e só então decidirá se continuará no comando da Seleção Brasileira. ?Pode ser que eu fique, pode ser que não. Vamos esperar o presidente voltar de férias. Até lá eu ainda sou o técnico da seleção?, disse o treinador. Apesar do mistério, Felipão deu a entender que gostaria de permanecer no comando da seleção. Muito elogiado e assediado por onde passa, ele diz estar vivendo ?um sonho?. ?Cada dia é uma alegria diferente. Ainda não deixei de viver o sonho do dia da conquista do penta e acho que vamos viver esse sonho por mais quatro anos, quando formos atrás do hexa.? O treinador ainda confirmou que não recebeu nenhum convite para treinar outra equipe ou seleção. Felipão também voltou a criticar Pelé. ?Não tenho mágoa do Pelé, mas fiquei um ano ouvindo tudo que podia ouvir e tenho o direito de emitir minha opinião?, defendeu-se o treinador. Como verdadeiro ?pai? da família Scolari, Felipão disse que só comprou briga com Pelé para defender os jogadores da seleção. ?Eu apenas tomei a frente dos atletas e me expus, porque esse era um sentimento de todo o grupo que participou da copa. Acho que houve falta de boa vontade do Pelé, com toda a Seleção Brasileira e principalmente com o seu treinador?, afirmou Felipão, encerrando o assunto. Em sua visita ao Paraguai, Felipão comentou outro tema polêmico: confirmou ter copiado o esquema de jogo da Argentina durante a copa. ?A forma de jogar do Brasil foi igual a que a Argentina usou nas eliminatórias?, disse o treinador, que foi chamado até de ?doutor? do futebol pelos jornalistas estrangeiros. Bola - O técnico, antes de seguir para o Estádio Defensores del Chaco, participou do evento em que a Nike, patrocinadora da Seleção Brasileira, e a Conmebol anunciaram oficialmente a assinatura de um contrato de cinco anos para utilização de bolas da empresa de materiais esportivos para todos os campeonatos da Confederação Sul-Americana de Futebol. A estréia oficial da bola GEO Merlin Vapor acontece na partida desta noite entre Olimpia e São Caetano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.