Felipão nega que já tenha decidido sair de Portugal

O técnico Luiz Felipe Scolari negou nesta sexta-feira que não vá ficar no comando do time de Portugal após o dia 31 de julho, quando encerra seu contrato. Ele contestou a informação divulgada pelo jornal português Record (que o treinador brasileiro já teria decidido que sairia do comando do time e passaria um tempo descansando). "Tudo continua como estava, ou seja, ainda estamos negociando. É muito cedo para afirmar algo, minha preocupação é o jogo deste sábado contra a Alemanha. É meu último jogo cm Portugal sim, mas no Mundial", disse o técnico brasileiro, mantendo ainda o mistério e não confirmando, porém se continuará no cargo. O único problema que a seleção portuguesa teve foi durante a viagem para Stuttgart, onde acontece a partida contra os alemães pela decisão de 3.º lugar do Mundial. Por causa de um problema no avião, os jogadores desceram em Frankfurt e foram de ônibus para a cidade onde jogam (cerca de 205 km).

Agencia Estado,

07 Julho 2006 | 14h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.