JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Felipão pode chegar à 200ª vitória pelo Palmeiras no dérbi de domingo

Contra o Corinthians, rival com quem tem longo histórico de confrontos, técnico tem chance de atingir marca

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

07 Setembro 2018 | 05h00

O domingo pode ser muito marcante para o técnico Luiz Felipe Scolari, do Palmeiras. Se levar o time a ganhar do Corinthians, no Allianz Parque, em confronto válido pelo Campeonato Brasileiro, o treinador vai chegar à 200ª vitória no comando da equipe alviverde e aumentar a lista de bons resultados obtidos contra o maior rival.

A marca de 200 triunfos pelo Palmeiras só foi superada por dois treinadores: Oswaldo Brandão (341) e Vanderlei Luxemburgo (221). Felipão chegou ao número de 199 na última quarta-feira, ao bater o Atlético-PR por 2 a 0, pelo Campeonato Brasileiro. Em sua terceira passagem pelo cargo, o gaúcho de 69 anos terá o primeiro clássico desde o retorno.

O Corinthians está presente em capítulos marcantes da trajetória de Felipão no Palmeiras. Diante do rival o técnico conquistou duas das vitórias mais lembradas pelo torcedores. Pela Copa Libertadores em 1999 e em 2000, o time alviverde impôs duas eliminações sobre o clube do Parque São Jorge, em ambas ocasiões com grandes atuações do goleiro Marcos.

Felipão também vivenciou derrotas para o Corinthians. Em 1999, pouco depois de ganhar a Copa Libertadores, viu o time perder para o rival a final do Campeonato Paulista. Já na segunda passagem, foi eliminado pela equipe alvinegra na semifinal do Estadual de 2011, mesmo ano em que o Corinthians confirmou o título brasileiro na última rodada justamente diante do Palmeiras.

Ao todo foram 28 encontros entre Felipão como técnico do Palmeiras e o Corinthians. Foram nove vitórias alviverdes, nove empates e dez derrotas. Em termos de gols, há vantagem para o treinador: 45 a 43. A torcida vive a expectativa pelo clássico e até a tarde de quinta-feira comprou 35 mil ingressos.

"É um clássico importante. Eles vão procurar fazer um bom jogo para sair dessa crise em que eles estão. Vai ser um jogo de igual para igual", comentou o atacante Dudu sobre o Corinthians, que na quarta-feira tirou do cargo o técnico Osmar Loss e contratou Jair Ventura.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.