AFP
AFP

Felipão pode levar o Guangzhou Evergrande ao Mundial de Clubes

Equipe enfrenta o Al Ahli na decisão da Liga de Campeões da Ásia

O Estado de S. Paulo

20 Novembro 2015 | 16h59

Uma vitória simples neste sábado, diante dos árabes do Al Ahli (10 horas), e Felipão levará o Guangzhou Evergrande ao Mundial de Clubes em dezembro, no Japão. O campeão chinês empatou sem gols fora de casa e aposta em sua força no Tianhe Stadium para erguer a taça da Liga dos Campeões da Ásia novamente - foi campeão em 2013.

Felipão ainda não sabe se poderá contar com a equipe completa já que Ricardo Goulart se recupera de uma pancada forte sofrida no jogo de ida, em Dubai. "Se todos estiverem em condições vamos jogar no nosso esquema tradicional. Mas se o Ricardo Goulart não puder jogar, vamos atuar num outro esquema porque o substituto tem outras características e se adapta em outra situação de jogo", conta Scolari que permanece invicto no comando do Guangzhou após 23 jogos. Sob seu comando, o campeão chinês venceu 14 e empatou nove.

Apesar da invencibilidade, Felipão pede atenção ao time, que conta com outros cinco brasileiros, Paulinho e Elkeson, titulares, Alan, Renê Júnior e Robinho (não inscrito). Depois de enorme equilíbrio no duelo de ida, o treinador cobra foco para evitar surpresa atuando na China.

"Nós temos que jogar bem melhor que no outro jogo e criar mais oportunidades. Estamos trabalhando com muita vontade e dedicação. Estes atletas merecem este título", afirmou Scolari, que já deixou dois rivais japoneses, apontado entre os favoritos, pelo caminho nesta Liga da Ásia: Kashima Reysol nas quartas e Gamba Osaka, na semifinal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.