Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Felipão prefere a Europa, mas pode voltar ao Brasil

O brasileiro Luis Felipe Scolari, técnico de Portugal, afirmou nesta quarta-feira em uma palestra no Fórum Panrotas, realizado no Centro de Eventos Fecomércio, em São Paulo, que pretende permanecer na Europa. Mas, o treinador não descartou um retorno ao Brasil após o Mundial da Alemanha."Pretendo disputar uma terceira Copa do Mundo e quero ficar na Europa por mais 4 ou 5 anos. Porém, depois do Mundial eu posso mudar, depende do projeto", revelou Felipão. O técnico chegou até a brincar com uma pergunta sobre um cheque em branco que ele havia recebido de Kia Joorabchian, presidente da MSI, parceira do Corinthians. "Se tivesse recebido o cheque já tinha depositado".Felipão também defendeu o atacante Ronaldo e afirmou que o peso não significa nada para o jogador do Real Madrid. "Isso (o peso) é uma barbada para o Ronaldo. Tenho certeza que ele será um dos grandes nomes da Copa", explicou Felipão. O técnico de Portugal também falou sobre Ronaldinho Gaúcho e considerou que o atleta está entre os dez melhores jogadores de todos os tempos do futebol brasileiro.Já sobre o favorito para a conquista do Mundial da Alemanha, Felipão adotou a linha de Carlos Alberto Parreira e estabeleceu uma lista com vários países. Dentre eles Brasil, Argentina, Itália e Holanda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.