Felipão quer que Fifa anule a expulsão do meia Deco

O técnico da seleção portuguesa, o brasileiro Luis Felipe Scolari, disse nesta segunda-feira que a Federação Portuguesa de Futebol vai solicitar à Fifa para que seja retirado o primeiro cartão amarelo apresentado ao meia Deco durante a partida em que Portugal eliminou a Holanda, pelas oitavas-de-final, neste domingo, ao vencer o jogo por 1 a 0.Deco foi expulso no segundo tempo da partida ao receber um segundo cartão amarelo e, conseqüentemente, não poderá participar do jogo contra a Inglaterra, válido pelas quartas-de-final, marcado para o próximo sábado. Mas Felipão considera injusto o primeiro cartão apresentado ao jogador, argumentando que fere o documento de ´jogo limpo´ assinado pela federação portuguesa."É o momento da Fifa fazer valer o ´fair play´ (jogo limpo). O Deco foi expulso com dois cartões amarelos, mas no primeiro o jogador da Holanda (John Heitinga) deveria ter lançado a bola para fora de campo, já que era nossa. Mas, instigado pelo seu treinador (Marco van Basten), ele prosseguiu com a jogada", disse o treinador brasileiro.Segundo ele, "baseado no documento de ´fair-play´ que assinamos, a Federação Portuguesa de Futebol vai enviar à Fifa uma petição para que o cartão vermelho ao Deco seja retirado, que ficaria somente com o amarelo do segundo lance".Aos 28 minutos do segundo tempo, o árbitro russo Valentin Ivanov interrompeu o jogo em virtude de uma lesão do jogador português Ricardo Carvalho, quando Deco estava de posse da bola. Uma vez reiniciada a partida, os holandeses, ao invés de devolverem a bola aos portugueses, como de costume nesses casos, iniciaram uma rápido ataque, que foi interrompido com uma falta cometida por Deco, que recebeu seu primeiro cartão amarelo."Se existe um documento de ´fair play´, então esse é o momento para a Fifa analisar esse fato e decidir se não vale a pena mostrar ao mundo que a expulsão do Deco aconteceu por causa de um primeiro cartão amarelo que ele não deveria ter recebido", ressaltou Felipão. "Nós não aceitamos, de maneira alguma, essa expulsão do Deco. Se a Fifa nos pede ´fair-play´, para nós é impossível aceitar essa expulsão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.