JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Felipão rechaça o favoritismo do Palmeiras no Brasileirão e elogia o Botafogo

A estratégia de Felipão é somar o maior número de pontos até parada do Brasileirão para a disputa da Copa América

Redação, Estadão Conteúdo

25 de maio de 2019 | 19h34

Apesar do bom início na competição, com aproveitamento de quase 90% dos pontos disputados, o técnico Luiz Felipe Scolari rechaçou qualquer favoritismo e demonstrou desconforto com eventual protagonismo do Palmeiras como "time a ser batido" neste Campeonato Brasileiro. Com a vitória sobre o Botafogo por 1 a 0, neste sábado, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, a equipe vai terminar a sexta rodada na liderança, com 16 pontos.

A estratégia de Felipão é somar o maior número de pontos até parada do Brasileirão para a disputa da Copa América. Restam mais três jogos até o início do torneio sul-americano de seleções.

"Foram disputados 18 pontos apenas. Quem faz essa brincadeira de que o Palmeiras já é o campeão são aqueles que estão no ar fresco e tem que inventar alguma coisa para não perder o emprego. Não existe isso. Ano passado o Palmeiras estava 13 pontos atrás do líder e foi campeão. Parem com essa brincadeira porque isso é para enganar bobo", disparou o treinador.

Sobre a vitória, Felipão elogiou a postura e o esquema tático do Botafogo. E arriscou dizer que o time comandado pelo técnico Eduardo Barroca fará uma boa campanha na competição. "O Botafogo tem uma maneira de jogar que gostei bastante e quero parabenizar os jogadores, mas principalmente o Barroca pela forma como ele coloca a equipe, pelo posicionamento. O Botafogo provavelmente fará um grande campeonato, pelo que vi, a entrega, a forma como jogam até a saída de bola", completou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.