Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Felipão recorda negociação com o Flamengo e diz que gostaria de ter trabalhado no clube

Em entrevista para Zico, treinador revela que o acerto só não aconteceu porque a negociação foi vazada

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2021 | 17h56

O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou que quase treinou o Flamengo e que não ter trabalhado no clube rubro-negro foi uma das suas frustrações na carreira. Os detalhes da negociação, ocorrida em 2010, foi revelada pelo próprio Felipão, em entrevista ao ex-jogador Zico.  A culpa, segundo o treinador, foi de um dirigente que informou um jornalista da negociação antes dele acertar sua saída do Usbequistão.

"Tinha acertado (com o Flamengo), mas eu tinha problemas contratuais e ainda tinha de resolver uma situação no Usbequistão. Não poderia ser noticiado aquela situação e acabamos ali. Mas eu gostaria de ter trabalhado no Flamengo. A gente faria uma excelente dupla, Galinho", afirmou Felipão ao canal "Zico 10".

Diante da revelação, Zico confirmou, sem revelar nomes, o ocorrido. "Felipão estava comentando a Copa do Mundo de 2010. Eu cheguei para o Flamengo e teve uma mudança de técnico. Infelizmente, mandariam duas pessoas para Portugal, e estava quase tudo certo. Só que uma dessas pessoas deu com a língua nos dentes, e a amizade com um jornalista fez tudo sair no jornal", explicou. 

"Tem coisas que a gente não pode fazer nada porque fica ao seu critério. Ele não veio para ser técnico por conta disso", completou.

Naquela temporada, o Flamengo era comandado por Andrade, que havia sido campeão brasileiro no ano anterior. Ele foi demitido no dia 23 de abril. Na sequência, Rogério Lourenço assumiu o time e ficou por 20 jogos. Depois Silas teve uma rápida passagem de 10 partidas até Vanderlei Luxemburgo ser contratado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.