Divulgação/Ag. Palmeiras
Divulgação/Ag. Palmeiras

Felipão revela mais propostas da Colômbia e faz campanha para Dudu ficar

Técnico do Palmeiras conta que tem conversado com o atacante para evitar que ele saia

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

08 Janeiro 2019 | 11h59

O técnico do Palmeiras, Luiz Felipe Scolari, afirmou nesta terça-feira que continua a receber contatos para dirigir a seleção da Colômbia. O treinador atual campeão brasileiro, no entanto, garante não ter interesse em deixar o clube e torce para que o atacante Dudu tenha a mesma escolha. O jogador tem recebido sondagens do futebol chinês durante essas primeiras semanas do ano.

Felipão concedeu a sua primeira entrevista coletiva de 2019 e avisou que apesar dos repetidos convites para deixar o cargo, quer ficar no Palmeiras. "A Colômbia parece que vai continuar a me procurar. Mas tenho contrato com o Palmeiras. Eu já sinalizei que vou continuar. Os colombianos não entendem que não vou sair. Eles até aumentam valores, mas não é questão de valores apenas", explicou.

O treinador palmeirense recebeu contatos dos colombianos ainda no fim do ano passado. O próprio atacante Miguel Borja revelou o interesse da seleção do seu país em dezembro, depois da última rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe está sem um comandante desde a saída do argentino José Pekérman e tem sido treinada por um técnico interino.

O começo de temporada também traz ao treinador a preocupação em perder o atacante Dudu. Sondado por equipes chinesas em cinco ocasiões anteriores, novamente o jogador desperta o interesse do Shandong Luneng. Felipão contou que tem procurado conversar com o atacante para passar a sua experiência de três temporadas no futebol chinês e reiterar a importância de continuar no Palmeiras.

"Algumas situações que estão sendo vividas na China nos fazem raciocinar. Tem time da segunda divisão que está há meses sem pagar impostos, fechando as portas. Se ir para lá é interessante, depende da cidade de cada um. Dudu segue sendo um jogador exponencial. Quem sabe pode ter no seu pensamento a seleção brasileira ou jogar em um grande clube europeu", afirmou o técnico.

Felipão reiterou que apesar das sondagens, o Palmeiras não recebeu propostas oficiais por Dudu. "Tem papel pelo Dudu? A imprensa noticiar que o cachorro correu na esquina, todo mundo faz. Tem que ter proposta, valores ao jogador e ao clube. Primeiro tem de falar com o clube. Eu torço para ele permanecer, porque tem trabalhado com uma dedicação espantosa", comentou.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.