Felipão sofre pressão em Portugal

A possibilidade de Luiz Felipe Scolari convocar o brasileiro Deco, naturalizado português recentemente, para defender a seleção de Portugal está causando polêmica no país. Os dois principais jogadores do time, Rui Costa e Luis Figo, já avisaram que são contra. Mas o técnico do penta garantiu que não aceitará pressões na hora de montar a lista de convocados.Deco, que defende o Porto, já conseguiu a nacionalidade portuguesa e solicitou esta semana o documento nacional de identidade para que, assim, possa ser convocado para a seleção de Portugal. Afinal, Felipão parece disposto a contar com o meia-atacante brasileiro de 25 anos.?Sou contra a naturalização de jogadores?, chegou a dizer Figo sobre a polêmica envolvendo Deco. ?Eu jamais jogaria na seleção de um país que não fosse o meu?, afirmou Rui Costa.Mas Felipão não parece dar muita atenção aos dois astros da seleção portuguesa. "Não cedo a pressões de ninguém, sou muito inteligente nesse aspecto. Trabalho com minhas convicções e se tiver que convocar um jogador da terceira divisão, um jogador com 17 anos ou com 45, vou fazê-lo se entender que isso é o melhor para Portugal e para mim", garantiu o treinador, com a experiência de quem barrou Romário antes da Copa de 2002, apesar de insistência popular para a sua convocação.Além disso, Felipão defendeu a presença de Deco na seleção. "Todo jogador de qualidade é importante para a seleção. Deco é um jogador de qualidade e isso é perfeito para ele e para a seleção", explicou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.