Felipão veta viagem do meia Ballack para a Alemanha

Jogador do Chelsea iria ao seu país para conversar com o treinador da seleção alemã Joachim Low

EFE,

24 de outubro de 2008 | 19h24

O treinador do Chelsea, o brasileiro Luiz Felipe Scolari, proibiu o meia alemão Michael Ballack de ir à Alemanha para conversar com o técnico de sua seleção, Joachim Low. Dê seu palpite no Bolão Vip do LimãoLöw tinha convidado Ballack, que se recupera de uma recente operação, a participar de uma reunião particular com ele e os dois tinham acordado de se encontrar o mais rápido possível, após uma semana tensa entre jogadores e técnico."É um jogador do Chelsea. Caso Joachim Löw queira falar com ele, convido o técnico alemão a nos visitar, passar conosco um ou dois dias e falar com ele", disse Felipão ao jornal alemão Suddeutsche Zeitung.A publicação diz também que, segundo o treinador do Chelsea, a recente operação pela qual o jogador passou o impede de viajar, já que ele ainda está sendo tratado."Não é bom nem para o Ballack nem para a Alemanha que ele viaje agora. Nesse momento é impossível", frisou.Löw e Ballack falaram por telefone na quinta-feira e tomaram a decisão de se encontrar. O jogador tem feito duras críticas ao trabalho do treinador alemão.Löw, que recentemente expulsou da seleção Kevin Kuranyi por ter abandonado o estádio em pleno jogo contra a Rússia, pediu a Ballack que se desculpasse e deixou claro que seu posto de capitão estava em perigo caso não fizesse isso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.